sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Gestação e Parto

A gestação dura em torno de sessenta e oito dias. Em geral, a gravidez não apresenta nenhum problema e o parto é fácil. Na maioria das vezes as fêmeas dão à luz durante a noite. Elas limpam seus filhotes e ingerem os restos da placenta. Se houver outras fêmeas junto, freqüentemente irão ajudar a mãe a limpar a cria. Os filhotes já nascem de olhos abertos, peludos e muito ativos, ao contrário da maioria dos roedores. Poucas horas após o nascimento dos filhotes já estão aptas a engravidar novamente.

Os filhotes nascem, em média, com 75 a 100 gramas e quando são desmamados pesam entre 200 e 250 gramas. Com oito ou nove meses eles alcançam seu completo desenvolvimento atingindo 500 a 600 gramas. Quando os animais são selecionados podem chegar até 1,5 kg.

No segundo dia de vida estão prontos para ingerir alimentos sólidos. Podem ser desmamados entre dezessete e trinta dias.

Quanto maior o número de filhotes que a fêmea tiver para amamentar, mais tempo eles terão que ficar com ela; como a fêmea possui apenas duas mamas, ninhadas de quatro ou mais filhotes não devem ser separadas da mãe antes dos trinta dias. As fêmeas amamentam em pé e todas as fêmeas com crias em idade semelhante amamentam os filhotes umas das outras. A ocorrência de partos prematuros com perda de filhotes é rara, mas existe o risco.
Para aumentar as chances de uma gestação normal, evite a manipulação das gestantes, evite mudanças na vida do animal, que possam causar stress (não altere muito a alimentação neste período, não a transfira para uma gaiola nova, não a apresente para novos animais, etc.), não acasale fêmeas acima do peso, não acasale fêmeas muito jovens e não permita que as fêmeas se acasalem seguidamente.

Há casos de fêmeas criadas em ambientes com excesso de fêmeas ou que ficaram isoladas de machos por um tempo considerável de suas vidas que desenvolveram comportamentos masculinizados, chegando a realizar corte e mesmo tentar cobrir outras fêmeas. Quando fêmeas com este comportamento engravidam podem muitas vezes rejeitar a cria.

.

Nenhum comentário: